Pesquisar este blog

Contrate o DJ Chris Souldeep

Com mais de 20 anos de experiência na noite paulistana, DJ Chris Souldeep também toca em festas de casamento, aniversários, bodas, eventos corporativos, bares e ainda leva o seu projeto "Rolando as Bolachas" para todo o Brasil. Você também pode curtir o "Rolando as Bolachas" semanalmente, ao vivo, todas as terças-feiras através do Canal True School Brasil, onde DJ Chris Souldeep e convidados tocam clássicos de todos os tempos para melhorar a trilha sonora do seu finalzinho de tarde. Acessem www.trueschool.com.br das 16 às 18h. Conheça http://rolandoasbolachas.blogspot.com

Sua experiência vai além disso, já foi DJ residente do programa de esportes "Encontro de Craques" do apresentador Beto Saad, da emissora Band Sports. Também foi residente do navio Empress da Pullmantur na temporada 2008/2009, discotecou na Beauty Fair 2014 no estande da Alpaparf, no Expo Center Norte, entre outros variados tipos de eventos.

Lembrando que no auge do Brancaleone, DJ Chris foi residente desta inesquecível disco que tinha na Vila Madalena de 1998 à 2001 e na A Lanterna, foi residente de 1997 à 2005, alternando os dias da semana entre as 2 melhores baladas da região da época.

Contato: djchrissouldeep@gmail.com

Facebook: Chris Souldeep

Party

Party
DJ desde o final da decada de 80, onde fazia os bailinhos de garagem. Na epoca eu tocava bastante hip hop, Soul, R&B, Funk, Lentas, Motown, Etc e Tal. Logo depois tive o prazer de conhecer a House Music e isso mudou minha vida para sempre como DJ. Gracas a muita pesquisa e minha vontade insaciavel de conhecer coisas diferentes, desde musica nova a classicos de todas as epocas, acabei me tornando um DJ bastante ecletico e com um acervo musical bastante amplo. Passei mais de uma decada tocando em baladas da Vila Madalena e Vila Olimpia aqui em Sao Paulo, nessa epoca meu repertorio variava desde a nata da musica brasileira como Tim Maia, Jorge Benjor, etc ate as novidades da musica eletronica, flashbacks, black music, enfim. Devido a toda esta bagagem, fui indicado para residir num dos clubes mais charmosos de todos os tempos, que ainda seria inaugurado, a Chilli Rose Club, que se localiza no centro historico de Embu das Artes, onde tive a oportunidade de me aperfeiçoar profissionalmente ao entrar de cabeca no maravilhoso e riquissimo mundo da musica latina nas noites Buena Vista que aconteciam todas as sexta-feiras, reforçar meu conhecimento e meu feeling nas noites de flashback e black music que aconteciam aos sábados e por fim desenvolver um feeling muito mais sofisticado ao trabalhar com belíssimas canções aos domingos onde eu explorava a música brasileira ao máximo no projeto Fim de Feira, tocando muito samba de gafieira, forró e samba-rock, hoje eu afirmo que na Chilli Rose eu entrei um dj e saí outro muito mais sofisticado e com conhecimento musical ímpar. Abracao a todos !!! DJ Chris Souldeep

Contato:

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Ser DJ é . . .














Esse texto abaixo não é de minha autoria, mas como penso e sinto exatamente a mesma coisa tomei a liberdade de publicá-lo. Afinal de contas nasci DJ, não me tornei de uma hora para a outra. A história é longa, portanto, fique com essa idéia:


Ser DJ é um dom. Ninguém vira DJ de uma hora para outra, simplesmente fazendo um curso. Ser DJ é muito mais que isso. É responsabilidade musical, técnicas, conhecimento de som, é estar antenado SEMPRE com o mundo musical e muita vontade de divertir... os outros!
Lógico que o DJ se diverte (se souber fazer, se diverte tanto quanto o público), mas a preocupação é SEMPRE com os outros. Mas isso é só um detalhe. Logo você percebe suas responsabilidades. O importante é saber se você quer ser DJ realmente, ou apenas se interessa em colocar músicas no churrasco do quintal do amigo do seu primo - rsrsrsrsrs.

Um candidato a DJ consegue analisar a música, senti-la em seus arranjos. Se emociona, literalmente, quando uma batida, um vocal ou um arranjo tocam nos seus ouvidos. É como se só você estivesse naquela dimensão. Você tenta explicar para seu amigo na balada, o que a música te diz, mas ele só se preocupa em dançá-la.

Músicas te lembram momentos, fazem você viajar... Você consegue analisar sentimento na batida, consegue visualizar as feições da música, e sente-se um verdadeiro idiota porque só você vê isso na música! Vai para a balada e a primeira coisa que ouve é a virada mixada do DJ; ou fica tentando descobrir qual será a próxima música, ou ainda, na virada descobre rápido qual está entrando. Faz questão de ver o DJ tocando enquanto seus amigos já estão na pista dançando.

Se emociona, simplesmente, quando o DJ pega o headphone, coloca o cd no CDJ ou o disco na MK2 e faz os movimentos de acerto do Pitch. Vai ao delírio em um scratch e aprecia cada mixagem bem feita, analisando não só a técnica, mas principalmente, o sentido que aquele som te tocou. Aí, você olha para a pista de dança e se imagina não nela, e sim naquela cabine de som.


Abraço a todos !!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.